1 de agosto de 2013

Cadê as casas prometidas para o povo?

As palafitas erguidas às margens do Canal do Eros, no bairro e Afogados, no Recife, é o retrato da miséria que reina sobre a maioria da população do Recife, e um péssimo cartão postal. No local não só os ratos convivem com os seus moradores, e sim a falta de saneamento básico, higiene, cobras, baratas, bactérias, bilhões de muriçocas que não deixa ninguém dormir a qualquer hora do dia e por ai vai. A "vantagem" de morar no local, é não pagar alguns impostos tais como: Conta de água, luz, telefone etc. Outra vantagem: Os moradores não correm o risco de pegar dengue, pois água limpa não existe, pois a que passa a sua margem tem cor escura e cheiro horrível, misturada com muita lama, barro, urina, fezes e outras sujeiras. Danado, é que os políticos (leia-se prefeito), só aparece no local e outros semelhante a este, em tempo de eleição para pedir voto e informar que irá tirar o povo da lama e da miséria. E tudo depois continua a mesma coisa, ou seja, só promessas e nada mais. Até quando este quadro de miséria vai continuar? Cadê as casas prometidas? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE