6 de junho de 2015

Chico Buarque faz campanha contra redução de maioridade penal

O compositor Chico Buarque, ícone da esquerda caviar nacional, reapareceu após período um tanto sumido (coincidente com o período de maior rejeição ao governo Dilma) para endossar a campanha contra a redução da maioridade penal. Fez isso no dia seguinte ao assassinato de um médico ciclista que escandalizou o Rio, praticado supostamente por um menor com diversas passagens pela polícia. Houvesse punição igual para menores, o ciclista ainda estaria vivo hoje, e salvando mais vidas. A atitude do filho de Sergio Buarque é um escárnio com a sociedade carioca e brasileira, um cuspe na cara das pessoas sérias que não aguentam mais tanta impunidade e, por tabela, criminalidade. Mas não é um ato inesperado, vindo de quem vem. Chico, afinal, sempre esteve do lado errado da história, defendendo a escória humana, bajulando ditadores assassinos, justificando ladrões e corruptos. Foto: O Globo. Rodrigo Constantino. Rio e Janeiro/RJ