30 de junho de 2015

Locais de lazer, pontos de encontro, dormir à vontade

Antigamente as praças serviam apenas como ponto de encontro e  passeios. Todavia, a crises deram nova conotação aos lugares públicos. Nem sempre bem cuidados pelo poder público.  De repente, as praças viram pontos de negócios, polos comerciais. Atualmente, muitas praças se transformaram em áreas de micronegócios em várias áreas. Alimentação, artesanato, lazer. A diversidade na gastronomia é enorme. Girando a economia. Fortalecendo a classe de microempreendedores individuais, contribuindo para aumentar a renda familiar. Mediante o crescimento dos negócios. Atitude desenvolvimentista que as prefeituras deveriam olhar com mais carinho e mais atenção, evitando que a coisa seja levada somente na base da improvisação. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE