16 de julho de 2015

Falta de água, apesar das chuvas, inferniza a vida da população

A falta de água inferniza a vida da população. A escassez do precioso líquido prejudica o asseio das pessoas, mata o roçado, aumenta a sede, causa destruição. A situação no Nordeste não está pra peixe. Por isso, 40% da população raramente tem acesso à água potável de maneira direta. Segundo a ONU, cerca de 60% dos brasileiros tem carência dos serviços de esgotamento sanitário. A culpa vem das fracas e alternadas políticas publicas. Embora seja um direito do homem dispor de água de boa qualidade e de pequena tributação, as companhias de abastecimento nordestinas, deficientes, mistura estiagem, fenômeno natural, com escassez, um problema social. Foto: Divulgação. Carlos Ivan. Olinda/PE