6 de julho de 2015

Indústria automobilística em crise

No ano passado as montadoras de veículos registraram 7,1% de queda nas vendas. Em 2015, o resultado também tem sido desestimulante. Com o desaparecimento do crédito fácil, da redução do IPI e dos investimentos, a indústria automotiva passa apertos. Os estoques crescentes no setor já mandaram muita gente pro olho da rua, obedecendo a palavra de ordem nas montadoras, nas fábricas de autopeças e concessionárias: demissão ou férias coletivas. Manchando, talvez, a previsão de o país produzir 4,7 milhões de carros novos em 2017. Quanta saudade o Brasil sente do ano de 2013 quando bateu recorde na produção e agora é obrigada a desacelerar o setor para aliviar a crise. Foto: Fernando Melo. Carlos Ivan. Olinda/PE