10 de julho de 2015

Inflação rebelde e coitado do povo

A vigilância no índice da inflação é constante. Todavia, apesar do intenso bombardeio, do uso de pesadas medidas, os preços sobem e rápido, ultrapassando estimativas. Segundo o IBGE, no primeiro semestre deste ano, a inflação oficial surpreendeu. Parou no patamar de 6,17%, perseguindo o acumulado de 2003, que ficou em 6,64%. Para o índice de inflação acumulada de 12 meses, até junho, a taxa elevou-se para 8,89%. Quase encosta no maior índice anotado em dezembro de 2003 que foi de 9,30%. Quem acelerou a alta de preços foram os jogos de azar, as passagens aéreas e a taxa de água e esgoto. Apesar de ficarem mais baratos, o tomate, a cenoura e as hortaliças permanecem caros para o bolso do consumidor. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE