19 de julho de 2015

Saúde pública nas últimas

A situação da saúde pública é vexatória. Pede socorro. Além de atender mal a população, mostra falta de remédios e de equipamentos. No Ceará, por falta de equipamento para esterilizar material cirúrgico, que se encontra quebrado, o Hospital Distrital Gonzaga Mota, de Messejana, suspende as cesáreas eletivas, transfere pacientes com casos emergenciais para outras unidades hospitalares. Em Pernambuco, para reduzir gastos, que estão altíssimos, o Hospital Getúlio Vargas (foto), cancela a marcação de exames laboratoriais e de imagem por três meses. Já o Hospital Universitário Oswaldo Cruz cancelou o atendimento a portadores de câncer por falta de medicamentos quimioterápicos. Ainda sustentam que a saúde brasileira não está falida. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE