13 de julho de 2015

Tempo integral nas escolas estaduais e municipais

Em 2010, o Ministério da Educação regulamentou o tempo integral no ensino das redes estadual e municipal, com o propósito de obrigar o aluno passar sete horas no colégio, estudando e se motivando para o futuro, inclusive recebendo aulas de reforço. Na teoria, tudo muito bem, a decisão é proveitosa, porém na prática o sonho de oferecer uma boa educação para a juventude está longe do ideal. Não é apenas a meta de colocar 25% dos alunos da rede no ensino integral. O importante é injetar nos jovens o estímulo necessário para que a produtividade da educação seja finalmente alcançada. Foto: Maria Albênia Silva. Carlos Ivan. Olinda/PE