28 de agosto de 2015

A inflação vem estressando o brasileiro, quando vão ao supermercado nesta época de crise

A inflação estressa o brasileiro que não se conforma com a subida generalizada de preços. Com os aumentos diários no supermercado. A perda de poder aquisitivo. A desvalorização do salário. Apreensiva com a obrigação de estocar comida em casa para pular a carestia de amanhã, como na década de 80, a população critica a descabida movimentação política e econômica do país, causadora de incertezas. A inflação não sobe sozinha. Quando sobe, foi puxada pelo aumento da conta de luz, da gasolina, da disparada da cotação do dólar e pelos reajustes nos insumos que são incorporados aos preços de produtos e serviços. Nesta corrida de gato e rato, haja desarranjos econômicos, crises, provocando avalanches de desemprego. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE