5 de agosto de 2015

Desastre com o avião onde morreu Eduardo Campos e suas causas

O irmão de Eduardo Campos o advogado Antônio Campos declarou que há procedimentos em curso para uma ação contra a Cessna sob possível erro no projeto do estabilizador horizontal do modelo Cessna 506 XL em questão. Espero que tenha sucesso, mas na minha opinião acho que a principal causa desse desastre foi a pressa que Eduardo tinha em cobrir o Brasil em sua campanha em curto prazo de tempo. Vejam porque: Primeiro: ao decolar o piloto sabia que o gravador de voz estava inoperante. Ele decolou assim mesmo porque o gravador de voz só é usado em desastre para descobrir a causa. Segundo: a aproximação foi feita errada para ganhar tempo em uma pista difícil e que ele nunca tinha pousado. Terceiro: os flaps foram recolhidos em alta velocidade. O manual da aeronave diz que os flaps não podem ser recolhidos em alta velocidade pois puxam o avião para baixo. Foto: Divulgação. Edson Campos E Silva. Recife/PE