31 de agosto de 2015

Morosidade e incompetência do governador

Há um ano, o candidato ao governo de Pernambuco Paulo Câmara falava que o Estado era uma terra de prosperidade e, como ele tinha sido Secretário da Fazenda, tudo estava garantido para o sucesso de sua gestão. O que vemos agora são hospitais sem medicamentos básicos, funcionários terceirizados sem salário, violência em alta, sistema da BRT incompleto, greves de vários setores e uma Arena superfaturada na mira da Polícia Federal. O mais estranho é que a arrecadação de impostos não diminuiu e a demora do repasse de verbas federais não justifica a morosidade e a incompetência do governo. Recentemente milhares de pessoas foram à praia de Boa Viagem para protestar contra a presidente e seu partido, mas não enxergam o problema no nosso próprio quintal. Foto: Divulgação. Ernesto Maia Junior. Recife/PE