12 de agosto de 2015

População sem poder ir mais aos supermercados

Toda vez que a inflação sobe, comprime o salário, enfraquece o poder aquisitivo, arrasta a economia para o patamar de baixo. A destrutiva onda inflacionária de julho último, registrada oficialmente pelo IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) em 9,56% deixa o assalariado mais pobre. A variação de preços na cesta básica, cada vez mais acelerada, distancia a classe média das compras. Somente neste governo o cidadão perdeu US$ 2.1 mil na renda per capita. A soma das riquezas do país dividida pela população desceu ladeira abaixo num ritmo que é preocupante. Basta visitar o supermercado para comprovar o tamanho da queda do salário. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE