2 de setembro de 2015

Os políticos e os partidos políticos, não estão nem aí para economia

Nos países sérios a prioridade é a economia, sempre. O desempenho, o equilíbrio, as projeções. No Brasil o primordial é a política, os acontecimentos políticos. Os interesses partidários. A política não se preocupa se a situação do país é de risco, se o PIB cresce ou encolhe como acaba de acontecer, se as perspectivas para o futuro são boas, se vai haver crescimento econômico negativo de novo. Enquanto engavetam projetos de interesse nacional desconhecem a absurda queda do índice Ibovespa, calculado em dólares, a desvalorização do Real em 38%. Pouco importa se o desemprego atingiu o maior patamar dos últimos cinco anos, a inflação disparou e se há possibilidade de recuperação da profunda recessão que desestimula até os investidores. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE