8 de setembro de 2015

Os problemas da Refinaria de Abreu e Lima de Suape

Trinta e quatro anos depois do Brasil ter construído á última unidade de refino, trouxe a Refinaria Abreu e Lima para Pernambuco. Instalada no Porto de Suape, no município de Ipojuca, a Rnest, além de ser a quinta maior unidade de refino do país, está dentro de modernos padrões de produção de óleo diesel para alavancar as riquezas brasileiras. Porém, apesar do alto grau de automação, trabalhe com baixo custo de manutenção, inclusive de consumo energético, a Refinaria tem problemas. Orçada inicialmente em US$ 2.5 bilhões, em 2005, atualmente, por conta da Operação Lava-Jato, vale US$ 18,5 bilhões. Embora projetada para processar 230 mil litros barris de petróleo, o fracassado adiamento da conclusão do projeto, faz a Rnest processar apenas 45 mil barris de petróleo diário. Para decepção de Pernambuco. Foto: Compesa. Carlos Ivan. Olinda/PE