16 de setembro de 2015

Receita para o Brasil sair da crise

EXECUTIVO FEDERAL: demitir todos os funcionários comissionados, aqueles que foram concursados voltam para as suas origens com o salário da função e os apaniguados vão para o olho da rua, reduzir o número dos ministérios para 10 e cortar 29, não pagar as emendas dos políticos, parar de pagar o bolsa família, parar com o minha casa minha vida, vender a frota de veículos oficiais e terceirizar, eliminar gastos com viagens ao exterior, reduzir em 50% o salário dos ministros, advogados da União, defensores públicos, presidente da república e vice, devolver os médicos cubanos para Cuba, cancelar os empréstimos do BNDES para Cuba, Venezuela, Argentina, Paraguai, Equador, Bolívia e países africanos, impeachment ou renuncia da Dilma, prisão e investigação do Lula. LEGISLATIVO: cortar em 50% o salário de todos os políticos da Câmara Federal e do Senado, demitir todos os funcionários comissionados, eliminar a frota de veículos e terceirizar, cancelar as viagens ao exterior. JUDICIÁRIO: cortar em 50% o salário de todos os Juízes em todas as instâncias, eliminar a frota de veículos e terceirizar, cancelar todas as  viagens ao exterior, demitir todos os comissionados. Somente após todas essas providencias é que o Brasil, poderá voltar a crescer. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Alberto Ramos Soares. Advogado