19 de setembro de 2015

Transporte público deficiente e a quem apelar?

O recifense desaprova o transporte público da cidade. Por ser dependente e sofredor do sistema, o usuário desce a lenha nos ônibus urbanos. A insatisfação começa pela cansativa espera dos veículos, pelas longas viagens até o destino, pela lenta locomoção do transito e especialmente pela impontualidade dos coletivos. Diferentemente de Curitiba, onde o transporte público recebe o reconhecimento do passageiro, no Recife as críticas recaem sobre a lotação, a cara tarifa, a péssima acessibilidade, a segurança, limpeza dos carros e, sobretudo, quanto à indelicadeza de alguns despreparados motoristas. A quem apelar? Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE