10 de outubro de 2015

Morosidade do Judiciário

A participação de políticos nos esquemas de indecência é extensa. Desde 1988, o STF investigou 500 parlamentares por corrupção, crimes eleitorais, fraudes em licitações, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e desvio de verbas públicas. No entanto, devido à morosidade do Judiciário somente 16 receberam condenação. Inacreditavelmente, a primeira condenação só aconteceu em 2010, vinte e dois anos depois do processo tramitar nas varas criminais. Na Operação Lava-Jato foram abertos 50 inquéritos. Da lista descobriu-se que 24 investigados estão ligados a outras sindicâncias, alguns respondem a ações penais, sendo que 18 cumprem mandatos no Congresso Nacional. Sete são senadores e onze são deputados federais. Moral da história está faltando ética e moral na política brasileira. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE