7 de novembro de 2015

Oficinas culturais estimulam idosos a fugir do sedentarismo

Dançando e tocando alfaia, "seu" Damião Severino da Fonseca era um dos mais animados participantes da oficina de percussão realizada nas quadras do Sport Club do Recife, na manhã desta sexta (6), dentro da programação dos 8º Jogos da Pessoa Idosa. Aos 76 anos, ele é um exemplo vivo de como a prática de atividades físicas e culturais é benéfica para a qualidade de vida na terceira idade. "Melhora muito. A gente se anima, esquece os problemas. Ficar em casa só piora. Minha maior alegria é sair e ver outras pessoas", declara. Os 8º Jogos da Pessoa Idosa são realizados pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Esportes, e têm o objetivo de estimular a atividade física na terceira idade, prevenindo doenças e melhorando a qualidade de vida dos participantes. A manhã da sexta-feira foi dedicada às oficinas culturais, como temas como taekwondo, capoeira, dança popular, percussão,  yoga, dança popular e de salão, arte e  artesanato peso de porta; taekwondo; capoeira; teatro; percussão; yoga e dança de salão, com direito também a alongamento e aulão. Foto: Calos Augusto. Assessoria de Esportes da PCR