14 de dezembro de 2015

Evangélicos e o mosquito da dengue

O apoio da Assembleia de Deus foi reforçado, na semana passada, pelo presidente da Igreja Evangélica, em encontro que reuniu 700 pastores e coordenadores de áreas pernambucanas, na sede da congregação, no bairro de Santo Amaro, no Recife. O presidente abriu espaço para que o secretário de Saúde do Recife, fizesse uma apresentação sobre a situação da cidade, após a exibição de um vídeo em que o prefeito da capital disse que até o final deste ano os agentes de saúde ambiental e controle de endemias farão 2 milhões de visitas, mas que o engajamento de segmentos da sociedade, com o da Assembleia de Deus é fundamental no esforço conjunto para controlar o mosquito Aedes aegypti. O presidente da Assembleia de Deus pediu o engajamento dos pastores e o cuidado com seus próprios templos. A igreja alcança mais de 25 mil fiéis por área, tem 2,5 mil mulheres líderes que poderão entrar nessa luta. Foto: Cortesia