21 de dezembro de 2015

Péssimo exemplo do Ministério Público

Insulto! Esse foi o meu sentimento ao ler em um jornal do Recife sobre a ajuda dos parlamentares pernambucanos à corporação. Como é que num momento de desemprego, austeridade, inflação, os membros do Ministério Público de Pernambuco se autoabastecem de uma verba para moradia  e alimentação no valor de R$ 4 mil? Será que vivem em outro planeta? Não sabem que um professor de ensino médio, em inicio de carreira, ganha a metade disso, sem direito a qualquer "auxilio"? Tenho esperança que uma revolução ainda possa lograr êxito entre nós. Esse é o desabafo do senhor Roberto Didier. Já Mário Scheneider  falando sobre o assunto diz que: promotores e procuradores do MPPE são funcionários que ganham bem. Enquanto isso, vemos, em Pernambuco, e outros estados, os terceirizados com salário atrasado, falta de dinheiro para obras importantes, falta de remédios e por aí vai. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE