29 de janeiro de 2016

Mais um imposto será criado e desta vez para os turistas

O governo não faz mais outra coisa a não ser pensar naquilo. Criar impostos de todo tipo para ajudar na recuperação da receita que se exauriu em função de seguidos erros administrativos. A mais recente criação tributária chama-se Imposto sobre a Renda Retido na Fonte. Este imposto será cobrado sobre valores pagos, creditados, remetidos para países estrangeiros para o pagamento de viagens de turismo, de negócios, serviços ou missões oficiais. Quem comprar passagens aéreas pra fora, paga este imposto. Reservar hotéis, pagar transporte em outros países, fazer cruzeiro marítimo ou reservar pacotes de viagens não vai escapar da cobrança do IRRF. O Leão, faminto, cobra 25% com as despesas feitas na parte terrestre e 15% para as despesas derivadas de gastos aéreos.  Foto: Polícia Federal. Carlos Ivan. Olinda/PE