30 de julho de 2016

Água para atender população do agreste pernambucano

Diante da escassez hídrica  no Agreste pernambucano, a Companhia Pernambucana de Saneamento está usando a criatividade para oferecer alternativas de abastecimento para a população dessa região. Depois de anunciar a construção da Adutora do Pirangi, para levar água da Mata Sul para sete cidades do Agreste, a Compesa estuda, agora, fazer o aproveitamento da água da barragem de Serro Azul, em Palmares, para abastecimento humano. Para isso, iniciou a elaboração do projeto da Adutora de Serro Azul, que poderá ofertar no mínimo 560 litros de água por segundo para a região. O projeto executivo para a construção da nova adutora de Serro Azul deverá  ser concluído em  novembro deste ano, com obras previstas para iniciar em fevereiro de 2017. A primeira fase deverá entrar  em operação no segundo semestre de 2018. Foto: Divulgação