8 de julho de 2016

Trotes atrapalham serviço de emergência do Samu

É durante as férias escolares que aumenta o alerta em relação às chamadas na central de teleatendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192). Embora a média de ligações falsas tenha caído de 45% nos primeiros meses do ano passado para 30% este ano, a preocupação continua. É preciso que as pessoas se conscientizem que esse tipo de atitude pode comprometer uma vida. O alerta também é para os adultos, que poderão responder por crime previsto no Código Penal. Durante o dia, os trotes são realizados normalmente por crianças e à noite por adultos. Atualmente, a frota é composta por 22 viaturas, sendo 18 unidades de suporte básico, 04 unidades de suporte avançado, 06 motolâncias e 10 veículos do tipo 4x4 (estes últimos substituem os furgões no período de chuva). Foto: Inaldo Lins: Fonte: Visa