8 de setembro de 2016

Falta de respeito para com os idosos e especiais

Dia 06.09.2016 tomei junto com filha especial, o coletivo de número 217 da Empresa Borborema, linha 910-Rio Doce-Piedade, em uma das paradas do bairro do Derby, no Recife, em Pernambuco as 8h30, com destino a cidade de Olinda. Ao tentar passar pela borboleta, a leitura da impressão digital não foi reconhecida pelo sistema Biométrico. Fomos obrigado a ficar na parte destinado aos idosos em razão deste fato. Como as cadeiras estavam todas tomadas e tinha pelo menos umas 7 pessoas em pé, solicitei ao motorista que na parada mais próxima parasse o ônibus, para subir pela porta traseira, já que na parte de trás tinha várias cadeiras vazias. O motorista até que parou. Mas, quando nos dirigimos para subir e tomar o veículo, o condutor deu partida e saiu em disparada, deixando eu e minha filha especial a ver navio. Isso é ou não uma tremenda falta de respeito e maldade? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE