19 de agosto de 2013

Esculhambação na pracinha

A Praça do Diário, que fica localizada no centro da capital de Pernambuco,  apesar de ser adotada, está entregue a própria sorte. Diariamente dezenas de sem teto, desempregados, viciados em drogas, mulheres de vida "fácil", trombadinhas e outros, se concentra no logradouro e quem passa pelo local,  só tem a lamentar o quadro degradante. Achando pouco, tem frequentadores que usam água do lago, para lavar roupas na vista de todos e flanelinhas que atuam na área, pegando água em baldes enormes, para lavar carros dos fregueses que estacionam seus carros próximos da praça e na maioria das vezes, em locais inadequado e indo de encontro ao código de trânsito, justamente pela falta de fiscalização por parte da Companhia de Trânsito e Transportes Urbanos do Recife (CTTU). O descaso é grande e a prefeitura não está nem aí para este afronto as autoridades. Os turistas que por lá passam, estão levando uma péssima imagem e preciso se faz medidas cabíveis, para pelo menos organizar a bagunça generalizada que reina no local, antes que a copa do mundo chegue. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE