3 de dezembro de 2013

Campanha do desarmamento e um fato curioso

O caso é interessante devido ser a primeira vez que isso acontece na Polícia Federal de Pernambuco. Recebemos entre as armas uma granada de morteiro para nossa surpresa. Apesar da granada em teste está inerte, devido a falta do dispositivo de detonação em sua ponta, ela não se torna menos perigosa, em virtude de haver a possibilidade de mesmo antiga, ainda conter em seu interior substância explosiva que em contato com faíscas ou calor, poderia provocar sua detonação. Este fato é curioso e não se sabe quem deixou a bomba no departamento responsável pelo setor, cuja campanha de recolhimento de armas em todo estado de Pernambuco, tem sido um sucesso. Centenas de armamento em poder da população já foram arrecadadas pela polícia, e como é do conhecimento da população, essas armas são pagas pelo governo. Foto: Cortesia. Giovani Santoro. Assessoria de comunicação.