19 de janeiro de 2014

Tubos importados pelo governo

As obras da Adutora do Agreste, um dos maiores sistemas integrados de abastecimento do mundo, devem ganhar ainda mais fôlego em 2014. É que a Companhia Pernambucana de Saneamento está buscando também na Europa parte dos tubos que estão sendo empregados no projeto. Neste domingo (19), um navio vindo da Espanha vai atracar no Porto de Suape, em Ipojuca, com 13 mil metros de tubos. Este será o quarto carregamento de procedência européia que chega ao porto para atender o projeto. O último aconteceu no dia 4, vindo da Alemanha, onde foi descarregou 20 mil metros de dutos. Inicialmente, os tubos utilizados na adutora estavam sendo adquiridos exclusivamente no mercado brasileiro. Como o volume demandado pela Adutora aumentou, a empresa responsável pelo fornecimento do material, começou a buscar opções nas praças internacionais. A adutora terá 1,3 mil quilômetros e capacidade para captar 4 mil litros de água por segundo quando concluída. Dois milhões de pessoas de 68 cidades e 80 distritos terão água garantida para os próximos 30 anos e o total do investimento soma mais de R$ 2 bilhões. Foto: Divulgação