14 de fevereiro de 2014

Polícia Federal precisa investigar

Caio Silva de Souza assumiu perante a imprensa ter sido ele a acender o rojão que matou o cinegrafista Santiago na Rede Bandeirante de Televisão, mesmo que agora se recuse a falar, decidindo só fazê-lo em juízo. Conforme foi noticiado, Caio trabalhava num hospital, mas apesar de não comparecer ao emprego há mais de 4 meses, seu ponto eletrônico estava em dia, o que significa que Caio ganhava para não trabalhar. Como conseguiu ele esta treta? Quem facilitou este ganho, além da mesada que seu advogado de defesa admitiu que ele ganhava de partidos políticos, Ongs e movimentos sociais? Tem muita coisa para a Polícia Federal investigar, inclusive os políticos já citados em reportagens que incentivam estes jovens à violência. São eles que pretendem, através da anarquia social levar este país ao caos tão necessário para atingir seus intentos: levantar sobre as cinzas que restarem a sociedade ideal cunhada sob o carimbo da ideologia comunista..Resta saber se este governo tem mesmo a intenção de brecar as ações destes jovens "teleguiados" por gente de poder. Foto: Arquivo. Mara Montezuma Assaf. São Paulo/SP