2 de fevereiro de 2014

Rolezinhos e os partidos políticos

Me espanta e me causa até inveja a agilidade com que a esquerda tira partido de qualquer situação, revertendo-a em vantagem política para si. O ministro Aldo Rebelo e Netinho de Paula ( PCdoB) foram escalados por Fernando Haddad do PT para negociar um acordo com os rolezeiros, e foi assim , na base do "convencimento" que eles conseguiram atrair para si os chefes dos rolezinhos em São Paulo. Convenceram-nos a se filiar à entidade UJS (União da Juventude Socialista), ligada ao PCdoB e que, inclusive, dirige a União Nacional dos Estudantes. Depois de devidamente filiado, o principal líder desta garotada anárquica, que tem mais de cem mil seguidores no Facebook, demonstrou espanto e desagrado ao saber que a UJS é ligada a um partido político. Mas eu garanto que Netinho de Paula e Haddad não estão preocupados com isso, saberão agradar o "menino" de modo a que ele logo fique feliz com sua filiação e respectiva "afilhação". Já imaginaram aquela turba desordenada sob o comando da batuta dos aliados do prefeito de São Paulo? Vão fazer o diabo mesmo. Foto: José Silva. Mara Montezuma Assaf. São Paulo/SP