1 de abril de 2014

Trânsito e muitos descasos na orla

O som alto nos carros que circulam pelas ruas da cidade de Olinda, no estado de Pernambuco, é um verdadeiro absurdo. O barulho infernal que provoca nos ouvidos das pessoas, afeta o lado emocional, audição, doenças nos idosos e agitação nas crianças, sem que ninguém tome providência, apesar de existir lei proibindo a ousadia dos perturbadores da ordem, e imaginem se não existisse. Lamentavelmente, os agentes de trânsito da cidade de Olinda praticamente não existe, e os poucos existentes não estão nem aí para este descalabro, pois na verdade deveriam agir e multar os infratores com vigor. Na orla das praia da Cidade Patrimônio Histórico da Humanidade, as irregularidades é algo fora do comum, com carros e motos estacionando em cima da faixa de pedestre, pintada inutilmente pela Prefeitura da cidade, que diga de passagem, desperdiçou apenas dinheiro público. Basta frequentar as praias de Olinda nos fins de semana para flagrar as barbaridades cometidas contra os contribuintes. A quem apelar neste caso? Ao Papa? Só sendo. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE