6 de agosto de 2014

Projeto aprovado pelo Congresso, mofa na Câmara dos Deputados

Questionar com dona Dilma é chover no molhado, portanto questiono com o candidato Aécio Neves. Qual a previsão dele de corrigir a situação de milhares de aposentados do INSS que foram vilipendiados em seus proventos após a Constituição de 1988 que, apesar de rezar que não poderia haver redução de proventos, o governo,  resolveram adotar as novas regras com efeito retroativo, jogando por terra um direito adquirido de quem contribuiu sobre as leis vigentes na ocasião. Aos 81 anos, aposentado com 8 salário e hoje recebo menos de 3 por mês, o que classifico como uma bofetada daqueles que impuseram tal sequestro. Portanto, como ele está se apoiando na figura do avô,  deveria resgatar sua memória perante tantos aposentados e eleitores (idoso nunca se ausenta das urnas) para corrigir tal erro. Aliás, um projeto aprovado pelo Senado hiberna, há anos, nas gavetas da Câmara com total desprezo aos que sofrem há vinte e seis anos. Foto: Luiz Solano. João Roberto Gullino. Aposentado