15 de dezembro de 2014

Golpes diferidos contra a população pelo governo

O Governo Federal é uma "graça". Na hora de pensar no povo, as medidas são extremamente austéras. Prova disso é a elevação das taxas de juros, da disparada da inflação, dos exorbitantes aumento nas contas de luz e tantos outros golpes diferidos contra a população. Mas para se beneficiar, não tem crise certa, já que a presidente Dilma e sua equipe não pensam duas vezes na hora de arranjar dinheiro, nem que isso seja viabilizado sacrificando os brasileiros. O ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, anunciou que o governo está preparando uma operação de R$ 9 bilhões para quitar a dívida da Eletrobras com a Petrobras pela compra de combustíveis para o "sistema isolado" de energia, na região Norte do País. Deve ser essa a explicação para que a Eletrobras reduzisse seus investimentos em obras e compras de equipamentos neste ano em R$ 360 milhões em relação a 2013. Agora, empurrar a faca no pescoço dos consumidores para ajudar a Petrobras, que não teve o menor pudor em desviar bilhões do seu caixa, é , no mínimo revoltante... para não dizer outra coisa. Foto: Firmino Caetano Junior. Jamille Coelho. Editora de Economia do Jornal Folha de Pernambuco