11 de janeiro de 2015

Cidade entregue às baratas

Se olho para a feira do troca-troca que fica na Iputinga, vejo tolerância. Se olho para o bairro de Afogados, vejo desordem. Se olho para a Avenida Conde da Boa Vista, vejo bagunça. No Mercado de São José, imundície, no Parque do Caiara, abandono. No Recife Antigo, descaso; no ginásio Geraldão, letargia. Na Avenida Caxangá, vejo indiferença; no Teatro do Parque, desprezo. Nos canteiros e jardins de nossa cidade, vejo deserto. Se olho para a Prefeitura do Recife, o que vejo é um vazio. Foto: Firmino Caetano Junior. Wlademir Lacerda de Moura. Recife/PE