6 de abril de 2015

Haja sujeira no sanitário

No sanitário público do mercado público do Cordeiro, no Recife, não tem papel higiênico, sabão líquido para higienização das mãos, papel toalha, o piso só vive ensopado de urina, falta quase sempre água nas torneiras e para piorar o descaso, as bacias sanitárias não tem tampa e quase sempre falta água para se dá descarga, fazendo que as fezes deixada dentro dos vasos sanitários siga o seu destino final, como se observa na foto e veja se não estiver na sua hora do café, almoço ou jantar. Por conta de tudo isso, o mau cheiro dentro dos sanitários é insuportável e pode ser sentido há vários metros de distância. Funcionários até existe e não entendo o porque de tanta imundície. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE