31 de maio de 2015

A cada dia uma árvore no chão

A derrubada de arvores nativas tem ocorrido com frequência em áreas remanescente de mata atlântica localizadas na cidade de Igarassu, Região Metropolitana do Grande Recife. A estrategia utilizada pelos devastadores é o corte de forma alternada, para despista a fiscalização ambiental. Quando realizamos monitoramento nas áreas cobertas pelas vegetação nativa, percebemos o desmatamento ocorrido e os danos causados a biodiversidade da região. Nos últimos 20 anos o município de Igarassu perdeu milhares de arvores nativas para abastecer o comercio ilegal de madeira. O crime ambiental acontece devido ao ostracismo das autoridades governamentais. Foto: Fernando Melo. Igarassu/PE