20 de julho de 2015

Transporte público precário

O sistema de transporte público da Região Metropolitana do Recife permanece problemático. Não agrada ao usuário. Nem os projetados corredores exclusivos para melhorar o deslocamento diário da população suaviza a questão. Atende aos anseios populares. Evita as viagens superlotadas, a lentidão do trânsito, o desconforto do passageiro. Não é difícil se encontrar motorista e cobrador despreparado nas funções, incapaz de evitar mortes. Atender o usuário com urbanidade. Apesar de faturar mensalmente R$ 85 milhões o serviço de ônibus coletivo da RMR, prestado pelas 17 empresas operadoras continua ineficiente. Irritante e inseguro. Para os dois milhões de passageiros diários, vítimas inclusive de queimação de paradas. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE