7 de agosto de 2013

Extra: Prefeito renuncia ao cargo

A atitude do prefeito de Paranapanema, cidade do interior do estado de São Paulo, Márcio Faber, renunciando ao cargo, por ganhar seis vezes mais como ginecologista e por não querer recorrer a falcatruas, deixou a população brasileira com uma dúvida cruel. Se as remunerações desses cargos eletivos não compensam, como é que os seus titulares agem para compensar? O correto não seria a aplicação de uma remuneração mais real, para se evitar “auxílios” vergonhosos e atos ilícitos? Foto ilustrativa: Firmino Caetano Junior. Cláudio de Melo Silva. Olinda/PE