31 de agosto de 2013

Mais médicos para o Brasil

Não sou analista de critério de avaliação sobre quem deveriam ser contratados ou não como médicos para completar ou resolver, de alguma maneira, nossa carência de assistência médica.  Mas de uma coisa posso afirmar: não interessava se seriam "americanos", "inglêses", ou até mesmo "alemães", que têm grandes médicos, é claro. A questão se baseia em uma oportunidade de se saber onde tem médicos iguais aos nossos para resolver a "epidemia" do povo que paga impostos e querem ter assistência médica. Se o governo não pode, ou não quer pagar um certo salário justo para os médicos brasileiros, então porque vocês, da "classe médica" , que tem direitos democráticos de protestar  levantam uma pauta sobre isso? Ora, o nosso país é grande e muito diverso em cultura medicinal. A questão é de que o povo está morrendo à "míngua" por falta de assistência à saúde, como também carentes de educação, segurança etc. Por tanto, vão à luta senhores médicos ou fique em casa, assistindo televisão. Foto: Firmino Caetano Junior. Breno dos Santos. Gravatá/PE