9 de setembro de 2013

Governo não paga fornecedor de leite

Há 13 Anos a Associação dos Moradores da Vila união, no bairro da Iputinga, no Recife, vem em Parceira com o Governo do estado distribuindo diariamente 195 litros de leites através do Programa Leite de Todos, para crianças e gestantes em nossa sede. Mas, no dia 03 último durante a entrega do leite, fomos pegos de surpresa com a informação de que a quantidade de leite aos beneficiários seria reduzida de 7 para 4 litros semanais para cada beneficiários. A criança e gestantes que tinha o leite garantido durante os 7 dias da semana, agora teria que se virar com 4 dias de leite, ou seja, a criança pela logica come um dia e no outro dia passa fome. A justificativa do laticínio e que e redução foi motivada pela falta de pagamento por parte do governo do estado. Apelamos ao governador Eduardo Campos, que acredito não estar sabendo deste situação, providências a distribuição normal do leite, pois não e fácil dizer para uma criança que você hoje tem leite e amanhã vai tomar água. Foto: Firmino Caetano Junior. Eduardo Nino da Sila Souza. Recife/PE
Secretaria da Agricultura Responde: Em razão da seca houve uma perda considerável do rebanho bovino, deixando vários produtores fora do Programa. Como também, a permanência da cota semestral de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) e o valor de R$ 1,01 por litro de leite afastou os pronafianos do Programa . Estes estão vendendo o leite em suas residencias a R$ 1,15. Com a demora do repasse financeiro pelo MDS ( junho, julho, agosto) os laticínios resolveram reduzir suas cotas de 7 litros de leite semanal por 4 ou 5 litros de leite. Porém, o Estado já realizou o pagamento da sua contra-partida. O Programa encontra-se  com cerce de 30 (trinta) municípios sem leite. Assessoria de Comunicação da Secretaria de agricultura de Pernambuco