22 de setembro de 2013

Um quadro triste para o Nordeste

Segundo uma pesquisa realizada recentemente pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 40% dos usuários do crack de todo país estão concentrados nas capitais do Nordeste e claro o Recife, no estado de Pernambuco, faz parte desta estatística macabra. Este número muito alto preocupada, pois o uso desta droga é consumida por menores de idade e 50 mil delas são crianças e adolescentes. Segundo a Fundação Fiocruz, são as pessoas do sexo feminino quem utilizam mais pedras que os homens. Outra causa para que o consumo aumente mais ainda, é a dificuldade dos usuários encontrarem locais para se tratarem. A pesquisa considera como usuário regular a pessoa que consumiu a droga por pelo menos 25 dias e a quantidade de pedras usadas por dia pelos dependentes do sexo masculino é em média de 16 pedras, e o consumo por parte das mulheres chega a 21 pedras. Ainda segundo a pesquisa, os usuários de crack e drogas similares também fazem uso de outras drogas lícitas e ilícitas, como o cigarro, álcool, maconha e cocaína. Realmente preocupante este quadra triste. Diga não às drogas já. Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE