3 de novembro de 2013

Falta de respeito no dia de finados, na entrada de cemitério

Na tarde do dia de finados, fui ao Cemitério da Várzea, bairro do mesmo nome, na cidade do Recife, Estado de Pernambuco, como faço todos os anos, para reverenciar meus familiares que lá estão sepultados. Infelizmente, comprovando que vivemos tempos de total e absoluta degradação moral ética, a calçada frontal ao cemitério foi tomada por barracas de bebidas, cada uma delas com o som mais alto que a outra, em uma atitude de flagrante falta de respeito para com quem pretendia homenagear seus mortos (ficava a nítida impressão que os barraqueiros estavam empenhados em uma disputa, para ver qual deles conseguia tocar mais alto as músicas mais safadas). Procurei a administração do cemitério para registrar a minha indignação, até porque o som das músicas chegava à todos os quadrantes do “campo santo”, ocasião em que ouvi um rosário de desculpas tão esfarrapadas quanto irresponsáveis, culminando com a informação de que já haviam desistido de por fim àquela zona. Foto: Júlio Ferreira. Recife/PE