3 de novembro de 2013

Salve-se quem puder na avenida da morte

A Avenida Belmiro Correia que é a principal da cidade de Camaragibe, município que fica a poucos quilômetros da capital de Pernambuco, já está sendo conhecida como Avenida da morte. Moro na cidade e toda semana acontece uma tragedia no trânsito, com pessoas sendo atropeladas, veículos que batem um contra os outros, motoristas dirigindo sem carteira ou mesmo embriagados, carros circulam no mesmo sentido apostando quem chega primeiro, outros circulando na maior cara de pau do mundo na contra mão,  para desespero dos pedestres e por ai vai. Uma esculhambação sem tamanho que está merecendo uma atenção especial por parte das autoridades de trânsito da cidade. Mas, tudo isso só vêm acontecendo pela ausência de guardas de trânsito que nunca se encontram nas ruas na ora que mais se precisa deles. Neste sinal de trânsito por exemplo que fica no cruzamento desta Avenida com a Rua Odon Francisco de Souza, no bairro novo do Carmelo, a faixa de pedestres está apagada e para ir de um lado a outro, as pessoas passam correndo por cima da faixa invisível de pedestres com medo de serem atropeladas, pois quando o sinal abre, motos e carros saem em disparada e, salve-se quem puder. Cadê os guardas? Cadê a faixa de pedestres? Foto: Firmino Caetano Junior. Fernanda Santos. Camaragibe/PE.