2 de março de 2014

Cadê as manifestações nas ruas?

Enquanto o deputado Babá e seu partido PSol repudiam os judeus, publicamente, e nada acontece, sem que sejam penalizados pela discriminação, em contrapartida, com o dito “ator”, preso indevidamente, já pensam em recorrer ao preconceito racial, uma vez que ele foi acusado por uma afro-descendente e a polícia, simplesmente, cumpriu sua obrigação e penalizar a polícia é pura demagogia. E enquanto isto, manchetes de jornais alardeiam o fato, já querendo classificá-lo como um novo “mártir”, ignorando o que aconteceu recentemente no interior de Minas Gerais, com o assassinato de um estudante por três menores de 15,16 e 17 anos respectivamente, todos com passagem pela polícia, ao mesmo tempo que o Senado recusou a redução da idade penal. O Congresso, mancomunado com o governo, não quer agredir seu eleitorado de baixa renda que, em grande parte, já tem parentes marginais e traficantes. O fato com o repórter Santiago provocou, finalmente, o impedimento de mascarados em passeata, então porque não usar esse estudante para também pressionar o Congresso para aprovar tal lei? Foto: Isac Luz. João Roberto Gullino. Petrópolis. Rio de Janeiro/RJ