30 de março de 2014

E haja preconceito contra as mulheres

Considerando a última pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, apontando que 65% dos brasileiros concordam que mulheres que usam roupas curtas merecem ser atacadas, concluo que tais indivíduos são extremamente machistas, possuem uma mentalidade inferior a de animais selvagens e são indesejáveis em qualquer nação. Tais indivíduos não podem frequentar uma praia ou irem a um desfile de moda, por exemplo, pois estarão propensos a cometer um crime de abuso sexual, visto serem incapazes de conter o instinto primário, portanto são incapazes de um convívio social ou familiar saudável. Peço a todos os homens que concordam com essa afirmação buscarem atendimento psicológico, tendo em vista que a existência dessa mentalidade revela graves danos na percepção de ética e respeito. Será útil a realização de outra pesquisa associando os casos de abusos com as roupa usada pela vítima na hora do ataque, pois dependendo dos resultados será apropriado a obrigatoriedade da burca, spray de pimenta ou armas de choque para resguardar os direitos básicos das mulheres. Foto: Cortesia da Secretaria da Mulher. Daniel Marques. Virginópolis/MG