17 de março de 2014

Polícia recebe mais uma granada de morteiro

Dentre os recebimentos mais inusitados de armas através da campanha do desarmamento que vão desde metralhadoras, fuzis antigos utilizados pelo exército brasileiro, armas de fabricação caseira (que não são indenizáveis) e armas de uso restrito das polícias e do exército de calibre proibido, está o recebimento pela décima primeira uma granada de morteiro utilizado pelas forças armadas. O artefato foi entregue ontem (16) na Sede da Polícia Federal de Pernambuco, por um cidadão em razão de ter visto uma reportagem na televisão, sobre o perigo que estava passando e risco de grande explosão, então resolveu entregá-lo para livrar-se de tal ameaça. Segundo a polícia os artefatos mesmo antigos podem conter em seu interior substância explosiva que em contato com faísca de fogo, superaquecimento através do calor exagerado ou impacto provocado por queda. podem provocar sua detonação. O artefato será analisados por peritos criminais federais do esquadrão antibombas da PF para análise de sua letalidade e em seguida será enviada para o Exército afim de que seja providenciada a sua respectiva destruição. Foto: Cortesia da Polícia Federal de Pernambuco, para o blog As Mazelas do Recife