28 de abril de 2014

Correios é uma empresa inoperante

A finalidade dos correios é manter ativa a comunicação entre pessoas. Facilitar a troca de documentos ou de encomendas entre o remetente e o destinatário, seja da mesma cidade ou de municípios diferentes. Os faraós do Egito inovaram este meio de comunicação, utilizando os mensageiros para mandar os seus recados aos súditos. Todavia, a passagem do tempo exigiu rapidez nas comunicações. Aí trocaram o mensageiro pelo serviço postal. No entanto, apesar dos avanços tecnológicos, da era da informática, da popularização da internet, da disponibilização de pelo menos uma agência em cada município, o serviço postal nacional apresenta deficiências, contêm falhas e imperfeições A última greve nos correios, com mais de 40 dias de duração, arrasou o país. Demonstrou desrespeito com a população. Trouxe prejuízos para a nação, quando mais de 40 milhões de documentos deixaram de ser entregues nos destinos. Nos correios da cidade de Olinda, em Pernambuco, parecem continuar de greve, pois as entrega de correspondências está muito atrasada. Irritada, a população olindense condena a negligência, a incapacidade operacional e o descumprimento de normais legais como rapidez, segurança e regularidade, fatores que os correios de Olinda talvez desconheçam. Apesar de ser uma empresa de cunho social. Foto: Firmino Caetano Junior. Carlos Ivan. Olinda/PE