19 de junho de 2014

O Recife frustando as expectativas, nesta Copa do Mundo

O Recife é a terceira Capital do Nordeste que mais vai receber turistas durante a Copa do Mundo. Ao todo, são 240 mil pessoas que vão gastar, em média, R$ 416,6 milhões. Perdemos para Salvador, que receberá 300 mil, e para Fortaleza, 402,7 mil. Se compararmos todas as capitais do País, somos a sétima colocada quando o assunto é aumento de fluxo e movimentação financeira durante o mundial. Segundo o Ministério do Turismo, em um mês, cerca de 3,7 milhões de turistas devem movimentar R$ 6,7 bilhões, mobilizando cerca de 200 mil trabalhadores temporários e acrescentando R$ 6,7 bilhões à economia do País. O Recife podia estar melhor posicionada neste ranking, caso os governos fossem competentes para dar conta das grandes obras prometidas e se tivessem preparado melhor o comércio, principalmente dos pontos turísticos (que não estão animados em aumentar seu faturamento),e a rede hoteleira, que permanece com seus 80% de ocupação (o que é comum nesta época do ano), graças ao turismo de negócio. Foto: Firmino Caetano Junior. Jamille Coelho. Editora de Economia do Jornal Folha de Pernambuco