13 de setembro de 2014

Pacientes desesperados pela falta de um remédio controlado

Em falta há vários dias na Farmácia da Central de Saúde Mental do Sassepe (que é o Plano de Assistência Medica dos Servidores Públicos do Estado de Pernambuco), localizada na Rua da Harmônia, no bairro de Casa Amarela, no Recife, o medicamento Clonazepam de 2mg. A falta deste remédio para pessoas com problema mentais, emocionais, depressão, sistema nervoso etc, já não é nenhuma novidade neste ambulatório, que atende em sua maioria funcionários do governo que ganha pouco e não pode adquirir o remédio em uma farmácia particular. A reclamação é grande por parte dos pacientes, pois alegam que na ora que mais precisa do medicamento, o mesmo toma chá de sumiço e demora muito para chegar. Pela falta do remédio os pacientes entram em depressão profunda pela dependência que provoca, e fica complicado ficar sem tomar os comprimidos. Como estamos em época de eleição, os associados fazem um apelo ao Governo do Estado João Lira Neto, para que a licitação para compra deste remédio seja feita o mais rápido, e assim repor o estoque o quanto antes. Afinal, se gasta tanto dinheiro com coisas inúteis e se esquecem da saúde do povo, que não deixa de ser lamentável. Não é verdade? Foto: Firmino Caetano Junior. Recife/PE
SASSEPE SAÚDE MENTAL RESPONDE: Já foi efetuada a licitação para compra de medicamentos da Central Saúde Mental. Estamos aguardando a chegada. Assessoria de Imprensa