10 de novembro de 2014

Falta de respeito em Academia da Cidade

Estou pedindo Socorro e ao meu mesmo tempo declarar o meu repúdio pela forma como estão sendo realizadas e conduzidas as aulas de ginásticas da Academia da Cidade do Canal do Cavuco, no bairro do Cordeiro, no Recife, tanto no turno da manhã quanto no  da noite. É insuportável o volume do som (músicas) e o som das palmas. É terrível ter que acordar às cinco e quinze (05h15) da manhã, forçadamente. À noite, não se pode escutar qualquer programação na TV com o som normal, tem-se que elevar o volume ao máximo, e até para atender o telefone é ruim. O que era para ser um bem estar se tornou uma Tortura Matinal. Até as crianças, quando acordam forçadas e chateadas pelo som das aulas, comentam: Já vai começar a tortura. Não somos contra as aulas,mas deveria-se ter, no mínimo, educação, respeito e discernimento para executar o que se aprendeu numa faculdade. Conviver com o carnaval fora de época na nossa porta é desejar o mal estar social, físico, mental e emocional da comunidade, levando - se em consideração que os moradores,principalmente do edifício Solar do Caxangá, são idosos e alguns até doentes que precisam de tranquilidade. Com a palavra a Prefeitura da cidade do Recife. Foto: Firmino Caetano Junior. Vanessa Peixoto. Recife/PE