3 de dezembro de 2014

Desindustrialização Brasileira

A desindustrialização brasileira e seus impactos negativos na economia, na geração de empregos e renda é gravíssima e tem sido ignorada pelos governos, federações e empresários. Citando como exemplo o mercado de aço e equipamentos o Brasil tem produzido anualmente o que a China produz em 18 dias e somente na última década a importação de produtos chineses pelo Brasil gerou 1 milhão de empregos naquele país. Cabe ressaltar que cada emprego gerado pelo setor siderúrgico cria outros 23 empregos indiretos, assim estamos gerando emprego e renda só para os chineses. Impressiona os dados divulgados pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, revelando que a participação das fábricas mineiras no crescimento do estado passou de 28,4% no ano de 1985 para atuais 11,8% e com tendência de queda. A permissividade dos brasileiros com a exploração e envio do minério de ferro e demais matérias primas brutas ao exterior sem nenhum valor agregado certamente reduzirá o Brasil a uma mera colônia exploratória e consumidora de seus próprios produtos com altos custos, ainda pior do que o realizado nos tempos de colônia portuguesa. Foto: Fernando Melo. Daniel Marques. Virginópolis/MG